O que é:


Saldo diferente entre o extrato das contas correntes, caixinha da recepção, relatório de atendimento e relatório de contas a receber. 


O que verificar/fazer:

  • Verificar nos caixinhas da recepção se o fechamento foi realizado em data posterior ao dia que está sendo verificado o extrato da conta corrente e os relatórios.
  • No relatório de atendimento, verificar a aplicação dos filtros (data do atendimento - dia que o paciente foi atendido).
  • No relatório de contas a receber, verificar a data de criação das contas x a data do pagamento da conta.
  • É importante ressaltar a diferença entre o regime de caixa (caso do extrato, onde se contabiliza de acordo com a data do pagamento) e regime de competência (no caso do contas a receber, onde se contabiliza os valores de acordo com a data de criação da conta).


O que informar:

  • Informar ao cliente que os saldos poderão não bater por diversos motivos como:
  • O extrato da conta corrente consta todas as movimentações realizadas no dia, inclusive o fechamento total do caixinha (em valor em dinheiro). Ou seja, no caixinha constarão todas as movimentações realizadas pelo usuário e no final do dia, no total do saldo, somente o que for dinheiro será transferido para a conta corrente caixa físico.
  • Já os valores em cartão de débito/crédito serão baixados conforme os dias para crédito em financeiro > cartões > baixar pagamentos, na conta bancária em que tiver sido configurado na conta corrente.
  • Portanto, no caixinha estarão todas as movimentações lançadas pela recepção, enquanto na conta corrente do caixa físico constarão as movimentações em dinheiro lançados por quem não possui caixinha mais os fechamentos dos caixinhas (valor em dinheiro). E no extrato da conta corrente em que será baixado os cartões, constarão as movimentações realizadas dessas baixas e das movimentações lançadas por quem não possui caixinha (agora movimentações podendo ser por outras formas).
  • Agora no caso dos relatórios de atendimentos, tem que identificar qual a busca dele, pois o filtro de data de atendimento (quando o paciente é atendido) para data de agendamento (para quando foi agendado), que enquanto este normalmente irá bater, porém no filtro de data de criação de agendamento (será quando foi realizado o agendamento, o dia em que o usuário agendou para o dia X), não será o mesmo resultado.
  • E no relatório de contas a receber, será gerado os lançamentos das contas a receber. Ou seja, no filtro é possível selecionar todos os tipos de conta (desde os quitados aos em aberto) como pelo tipo de data (vencimento, pagamento ou competência).
  • No filtro do tipo de contas, se for selecionados todos, aparecerão contas que foram lançadas porém não foram pagas, portanto não entra na movimentação do extrato da conta corrente ou caixinha.
  • No filtro de tipo de data, também dependendo do que for selecionado darão resultados diferentes. Sendo vencimento a data que está na conta a receber no campo de data de vencimento, a data do pagamento sendo a data que foi paga a conta, e a data de competência com a data da criação, no campo data. 
  • É possível identificar que o saldo não será o mesmo de extratos e caixinhas com o relatório de contas a receber visto que o extrato é visualizado por conta corrente, dessa forma não serão todas as contas que estarão pagas por esta conta corrente e também não serão todas que estarão lançadas pois nem todas estão quitadas. O mesmo será para o caixinha, visto que em cada caixinha constará a movimentação de um usuário, e no relatório de contas a receber não é dividido por usuário que recebeu. Fica claro então que a movimentação lançada no caixinha, não é lançado na conta corrente, pois somente o saldo total final é transferido para a conta corrente e não a movimentação em si.