O que é:


Quando informam que:

  • Fechamento de caixinha duplicado.
  • Movimentação não entrou no caixinha.
  • Alterar movimentação do caixinha para outro.


O que verificar:


  • Verificar se consta mais de um fechamento no caixinha, e verificar se consta a entrada do fechamento duplicado no extrato. 
  • Verificar se a movimentação foi feita pelo usuário do caixinha.
  • Verificar se o caixinha estava aberto no ato da baixa.
  • Verificar se trata-se de uma transação TEF, e se consta em financeiro > transações TEF.


O que informar:


  • Informar que será necessário abrir um ticket para o time de desenvolvimento analisar e solucionar a duplicidade.
  • Informar se a movimentação não tiver sido realizada pelo usuário, que não entra no caixinha dele. 
  • Informar que para a movimentação entrar no caixinha, ele precisa estar aberto.
  • Informar que por se tratar de uma transação TEF, e como não deu a baixa automática, é necessário desativar o TEF, ir na conta do paciente e dar a baixa manual, e depois ativar o TEF novamente. 
  • Não fazemos alteração de movimentação de um caixinha para outro, nesse caso, se o cliente desejar ter essa alteração, informar que ele precisa excluir a movimentação que quer alterar e lançar no caixinha que deseja.